Bem vindo à comemoração do IYCr na UFMG

Um experimento fundamental da história da ciência moderna foi relatado no artigo de autoria de Max von Laue, Walter Friederich e Paul Knipping (Physikalische Zeitschrift 1913, 14 (10): 421–423). Laue e seus colaboradores provaram simultaneamente que raios X são ondas e que cristais apresentam uma rede com ordenamento repetitivo e de longo alcance em escala molecular. Este trabalho, cuja importância foi prontamente reconhecida - Max von Laue foi agraciado com o prêmio Nobel de 1914 - abriu um caminho para exploração de estruturas e das ligações químicas que nos levaram a compreender até mesmo a base molecular da vida (estrutura do DNA).

Para celebrar a importância da Cristalografia em nossa sociedade, a UNESCO estabeleceu 2014 como Ano Internacional da Cristalografia. Devido a isto eventos científicos estão acontecendo em todo o mundo para discutir o alcance e a aplicabilidade da Cristalografia. De fato,29 prêmios Nobel foram concedidos a trabalhos na área de Cristalografia tanto na Física quanto na Química (Science, January 2007, Vol. 315, p. 412), sendo que nos últimos 5 anos, dois prêmios Nobel foram concedidos a cristalógrafos (http://www.iucr.org/people/nobel-prize).

A UFMG conta com grupos de pesquisa em Cristalografia desde os anos 1980 e na comemoração local do Ano Internacional da Cristalografia, a ser realizada nos dias 27 e 28 de Novembro de 2014, pretende-se i) refletir sobre as contribuições que a UFMG já deu para o desenvolvimento da Cristalografia em nível local, regional e internacional; (ii) valorizar as parcerias e colaborações científicas estabelecidas; (iii) enfatizar para a comunidade a utilidade e a aplicabilidade da Cristalografia em trabalhos de pesquisa e de desenvolvimento de novos materiais.

Vejam o programa final.

Comitê organizador: Nivaldo Speziali, Carlos Pinheiro & Ronaldo Nagem.

Patrocinadores:

Partrocinio